@mplo News

Novidades do nosso liquidificador

20 de Maio de 2024

| edição especial nº 28

AMPLO BRASIL

O poder das lojas físicas: por que elas se mantêm relevantes mesmo com o avanço digital?

As lojas físicas garantem a experiência sensorial e imersiva que os sites de e-commerce não conseguem reproduzir. E continuam sendo relevantes mesmo diante do avanço digital. É extremamente difícil gerar experiências emocionais positivas em sites de e-commerce e outros canais de venda remota. Nesse quesito, os pontos de venda físicos (desde que bem planejados e operados, é claro) são imbatíveis.

Lojas físicas não são mais consideradas apenas pontos de vendas, elas assumiram a posição de pontos de encontro e socialização, locais de educação do consumidor, de esclarecimento de dúvidas e compartilhamento de experiências.

A possibilidade de tocar e experimentar o produto antes de comprar, de ver e sentir sua qualidade, seu material e seu acabamento, de ter uma interação cara a cara com um vendedor, de sentir o cheiro da loja, perceber sua iluminação e sons, além da forma como cada item é exposto e uma série de outros fatores contribuem — se bem executados — para uma experiência de compra única e memorável.

Pontos físicos funcionam como verdadeiros hubs de logística, sendo parte relevante na estratégia omnichannel de muitas empresas. Permitem que clientes que compram online possam retirar (ou devolver ou trocar) seus produtos na loja física de sua escolha. Também atuam como microcentros de distribuição descentralizados, o que viabiliza entregas mais rápidas, eficientes e baratas de produtos adquiridos online ou por telefone, por WhatsApp, venda direta ou outras formas.

As lojas físicas seguem desempenhando um papel importante no varejo e devem continuar assim por um bom tempo. Pelo menos enquanto nós, consumidores, continuarmos seres mais analógicos do que digitais. Ou seja: enquanto continuarmos humanos na nossa essência, por mais que façamos uso da tecnologia como ferramenta.

COMPARTILHE: